top of page

Sentes um bloqueio emocional?

Bloqueio emocional é uma sensação interna de que algo está preso, ou de que algo quer vir para fora ou fluir. É algo que conseguimos sentir no nosso corpo, mas não estamos a conseguir deixar que essa energia que está bloqueada, se expresse naturalmente. Então, primeiro que tudo, é necessário reconhecer isso, e o nosso corpo diz-nos sempre a verdade.


Podes reconhecer neste exato momento, onde sentes tensão no teu corpo, onde é que o mesmo se contrai. Observa cada parte do teu corpo. O teu peito, a barriga, os ombros, as pernas, e por aí fora. Observa sem tentares mudar nada, apenas reconheceres que existe uma tensão aqui e ali. Estas tensões indicam que o corpo se está a proteger, que está a impedir que algo venha à superfície.


Fica agora um pouco mais curioso. Ao reconheceres as tensões no teu corpo sem as tentares mudar, enquanto respiras calma e tranquilamente sem forçar, o que acontece? Sentes que existe um pouco mais de movimento, mesmo que seja subtil? Será que vem alguma sensação desconfortável à superfície?


O nosso corpo sempre que perceciona um perigo, ativa os mecanismos internos para nos proteger do mesmo. E um dos mecanismos é o da imobilização. Este acontece quando existem alguns sentimentos ou emoções que são mais intensos, e é a forma como o cérebro e o corpo impedem que essas sensações sejam sentidas. Por outras palavras, todos aqueles sentimentos ou emoções que "não queremos sentir", são bloqueados por este mecanismo interno de sobrevivência (existe uma explicação mais detalhada na publicação do trauma para a liberdade interior).


Por isso, um bloqueio emocional, é aquela energia, sensações ou emoções que estão suprimidas ou reprimidas cuja origem foram momentos da nossa vida onde uma determinada experiência, desencadeou sensações muito fortes no nosso corpo e a forma inconsciente que o corpo encontrou de lidar com isso foi reprimir. Reprimir uma emoção é impedir a sua expressão, pois foi interpretado pelo nosso cérebro que era mais seguro não a sentir. Por exemplo, podemos não conseguir chorar, porque enquanto pequenos aprendemos que essa emoção não era aceite em casa, e que o Pai ou a Mãe podiam ficar chateados. Ou sentimo-nos apáticos ou deprimidos, porque aprendemos que sentir raiva é errado e não é aceite pela sociedade, e que ao fazê-lo, algumas pessoas podiam afastar-se de nós e acabaríamos sozinhos.


Tudo aquilo que aprendemos a esconder, por acharmos que é perigoso mostrar ou expressar, cria uma desconexão com o nosso corpo e com as nossas emoções e é a causa de muitos sintomas, como por exemplo ansiedade ou estados depressivos, e também de muitas máscaras que usamos diariamente. Nas sessões que realizo com os meus clientes, procuro primeiro que tudo guiar-lhes para que comecem a entrar em contacto com o corpo. É necessário ajudarmos o corpo a entender que é seguro sentir certas sensações e emoções, para que aquilo que não foi processado no devido tempo, possa agora encontrar espaço para se exprimir.

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page