O MOMENTO EM QUE ESCOLHES VIVER


Aquilo que vives agora foi definido por ti. Escolheste assim. Por isso tudo aquilo que escolhes está correto. Não há nada de errado nisso. O que vem de ti, é a verdade. Mesmo quando sentes que alguém está a tomar o leme da tua vida, a escolha foi tua. Decidiste ser passivo. Por isso podes escolher viver na superfície ou mergulhares para algo mais profundo, mesmo não sabendo o que vais lá encontrar. Qualquer das opções é verdadeira. Qualquer uma te vai levar a algum lado. Tu decides para onde queres ir. Quando vives à superfície, estás sempre a reagir à vida. Não és o ator principal. Limitas-te a seguir o caminho que impuseste a ti mesmo, que por sua vez te foi imposto, estando em constante conflito com o mundo exterior e contigo. Tudo é uma questão de sobrevivência. A tensão está presente na tua vida e é com ela que vais reagindo às diferentes situações que vão sucedendo. Porém, pode acontecer que essas emoções desconfortáveis que vens sentindo, possam ser um sinal que é altura de fazeres as coisas de forma diferente. Sair do ciclo vicioso, também é uma escolha. Não é fácil. É necessário lucidez. É necessário coragem. Mas mais que tudo, é necessário respeitarmos o nosso próprio Ser, a nossa vida. Até que ponto te respeitas. Até que ponto te valorizas. Não esperes que ninguém o faça por ti, pois se sentires essa necessidade, se sentires que as respostas estão fora, pode ser que esteja na altura de mergulhares em profundidade. Mas, dúvida daquilo que te digo. Pois a verdade, está dentro de ti. E quem melhor que tu, para definires o teu caminho.


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square