QUE A VIDA NÃO SEJAM SÓ...DISTRAÇÕES

A dificuldade que existe em “parar” é visível em cada momento. Os telemóveis tomam conta das refeições, a música em alto som que é substituída pelo silêncio da natureza, as noticias que insistem em expor todos os temas mais densos (e que dessa forma alimentam os nossos processos mentais), a competição excessiva que se tornou um modo de vida, e a lista por ai continua... Tal como o sol nasce e abre portas a um novo dia, o mesmo também necessita do seu descanso deixando de iluminar uma parte do globo terrestre. Tal, deveria ser também para nós. No momento do tão merecido descanso, o corpo deveria encostar-se na cama e adormecer profundamente, respeitando os ciclos de sono, para que de manhã,

"O TEMPO VAI DEVOLVER CADA PASSO QUE DÁS"

Assumir responsabilidade perante a vida implica um respeito pela pessoa mais importante da nossa vida, “nós”. Sabemos opinar, criticar, julgar, conseguimos teoricamente decidir sobre a vida de todos, mas temos dificuldade em assumir as rédeas da nossa. Quando estamos focados na vida de outros, isso não implica responsabilidade. Logo, tudo se torna mais fácil. Estamos na nossa zona de conforto. Responsabilizarmo-nos pela nossa vida, está intimamente ligado à liberdade. E para termos liberdade, temos de assumir essa responsabilidade. A responsabilidade pelas nossas escolhas, sabendo que todas as decisões que tomarmos estão certas. Sim, estão certas. Todas a decisões nos vão levar a algum lado.

Publicações em destaque
Arquivo
Publicações Recentes